porno sex izle

ESCOLA DE IMAGEM - Cursos e workshops de fotografia em BH e no RJ

ESCOLA DE IMAGEM, a maior escola de fotografia da América Latina. Curso Completo, workshops de fotografia, iluminação e estudio no Rio de Janeiro

instagram takipçi hilesi Eryaman Escort hdfilmcehennemi türbanlı porno izle hd film cehennemi hdfilmekani yerli film izle film seyret
  • Fotografia Digital: 5 dicas para fotografar com uma câmera digital

    13.03.2015 - Autor: Marketing

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    Se você é um fotógrafo amador ou então está pensando em iniciar uma carreira como profissional dessa área, certamente se preocupa com tudo o que está relacionado à fotografia digital, não é mesmo?

    Pensando nisso, nós elaboramos um post com 5 dicas para fotografar com uma câmera digital. Continue a leitura e aprenda como fazer as melhores fotos, sempre com muita qualidade e inovação!

    1. Utilize a regra dos terços

    A regra dos terços é extremamente necessária para as fotos mais elaboradas, principalmente ao fotografar paisagens ou produtos para utilização em peças publicitárias.

    Para aplicar a regra dos terços na sua foto, imagine o principal objeto de um cenário dividido em três partes (centro, esquerda e direita). Desse modo, você deve deixar o objeto principal em um dos cantos da tela e preencher o restante da imagem com elementos secundários.

    Na maior parte das câmeras digitais existe um recurso chamado grid que divide a tela automaticamente para a aplicação da regra dos terços.

    2. Tenha cuidado com o plano de fundo

    É necessário ter muita cautela ao escolher o local utilizado como o plano de fundo para uma fotografia. Isso porque um cenário com cores muito vibrantes ou com muitos elementos pode tirar a atenção do objeto principal.

    Se você estiver fotografando uma pessoa em uma paisagem natural, por exemplo, deve ter cuidado para que os elementos ao redor não ofusquem a pessoa que, nesse caso, é o objeto principal.

    3. Use o flash corretamente

    O flash é um excelente recurso para os fotógrafos.No entanto, ele deve ser usado com cuidado e moderação! É preciso avaliar cada situação para se certificar de que o flash é realmente necessário.

    No caso de você estar fotografando uma apresentação teatral ou show musical realizado à noite, por exemplo, não há a necessidade do uso de flash. As luzes do palco já são suficientes para uma boa foto!

    Além disso, o flash não pode ser usado apenas à noite ou em cenários escuros. É possível também utilizar o recurso para fotos tiradas durante o dia, como para o preenchimento de determinados detalhes, evitando a formação de sombra.

    4. Aprenda a configurar o ISO

    O ISO é um recurso já incorporado na grande maioria dos modelos de câmeras digitais e tem por objetivo controlar a quantidade de luz que entra nos sensores da máquina fotográfica e a velocidade do obturador.

    Esse mecanismo pode ser utilizado em situações em que o uso do flash não é permitido, como em exposições de obras de arte, por exemplo.

    É necessário aumentar o ISO ao fotografar elementos com pouca iluminação e baixá-lo quando o cenário é bastante iluminado. O ajuste pode ser feito de forma manual ou automática.

    5. Faça ajustes nas cores

    É comum que as câmeras digitais possuam uma função chamada White Balance, que faz com que o branco seja ajustado na fotografia, principalmente sobre as fontes de luz.

    As câmeras até podem fazer o ajuste de forma automática, mas recomenda-se fazê-lo na forma manual. Isso garante com que o branco tenha a tonalidade ideal.

    Gostou das nossas dicas de fotografia digital? Para aprender ainda mais você pode entrar em contato conosco e conhecer nosso curso de fotografia básica. São professores experientes e uma metodologia que garante o aprendizado do aluno!

  • 7 razões pelas quais lentes fisheye são incríveis!

    13.03.2015 - Autor: Marketing

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    Lentes fisheye são muitas vezes consideradas “não-não” entre os fotógrafos profissionais de paisagem e arquitetura. Pessoas vêem-nas como não muito mais que um utensílio. Eu escuto muitas reclamações sobre lentes fisheye por causa “daquela distorção feia”.

    Tenho que admitir que eu mesmo era um pouco cético sobre as lentes fisheye. Contudo, depois de usar a Samyang 12mm f/2.8 fisheye por um tempo, lentamente comecei a amá-las. Existem tantas possibilidades com lentes fisheye. E mais importante de tudo, elas são super divertidas de usar!

    Coloque uma fisheye na frente de seu sensor e continue olhando através do visor. Você vai achar tantas formas interessantes e composições que normalmente perderia completamente. Oferece tanta criatividade. E isso não é tudo. Uma fisheye também pode ser super útil em fotografar o que normalmente requer muito trabalho e algumas vezes é quase impossível com lentes extremamente angulares normais. Pense em vertigens loucas de telhados ou imagens em que linhas distorcidas realmente dão sentido a uma foto.

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    Minha lente fisheye se tornou uma ferramenta para tantas imagens interessantes, e agora é uma das minhas favoritas.

    Tendo dito tudo isso, aqui estão algumas razões para que você considere comprar uma lente fisheye ou aproveitar ao máximo a sua:

    1. Distorção

    Muitas vezes distorção pode ser irritante. Mas não precisa ser. Use a distorção da fisheye em sua vantagem. Encontre cenas em que a fisheye adicione algo na imagem. Quando usada da forma correta, a distorção da fisheye pode ser agradável aos olhos e pode ser preferida em relação a uma lente angular normal. Tente usar as linhas de distorção e curvas como uma forma de levar o espectador para dentro da imagem.

    Nessa fotografia clássica de Hong Kong, os edifícios ligeiramente distorcidos trabalham bem em combinação com as formas curvas das estradas abaixo:

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    2. ‘Defishing’ é possível!

    Às vezes a lente fisheye pode ser usada como lentes extremamente angulares. Ao colocar o horizonte no meio, a linha do horizonte é geralmente quase reta. Com certas ferramentas as linhas curvas podem ser endireitadas para se conseguir uma imagem super angular.

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    3. Usá-la com formas arredondadas cria grandes composições

    Uma fisheye geralmente curva uma linha reta. Então se você fotografa formas arredondadas as curvas ficam menos notáveis. Tente com tubos, escadas arredondadas, cruzamentos, etc.

    Essa vertigem é fotografada para baixo de um prédio curvado onde a fisheye funciona muito bem:

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    O horizonte curvado completa essa imagem fazendo um círculo completo.

    4. Aponte-a para cima

    Você pode conseguir algumas linhas loucas quando aponta a lente fisheye pra cima ou parcialmente pra cima (com o chão ainda enquadrado).

    A lente fisheye foi usada aqui para conseguir uma visualização super ampla apontando para cima. A construção curva na direita ajuda aqui, fazendo com que você nem mesmo note que isso foi registraso com uma fisheye.

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    5. Uma fisheye é ótima para fotografias “behind-the-scenes”

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    6. Você pode usá-la em retratos

    Tente fazer extremamente amplas e angulares selfies ou retratos. Não coloque o alvo da foto muito perto da borda ou você vai conseguir muita distorção.

    7. Criatividade

    Uma lente fisheye nas mãos certas cria imagens que não seriam possíveis com lentes normais. Tente manter sua lente fisheye na sua câmera por um longo período e aponto para todos os lugares. Você vai se surpreender em quantas coisas interessantes pode ver na tela de sua câmera comparada com o que você vê pelos seus próprios olhos.

    escola de imagem, aprenda a fotografar, curso de fotografia, workshop de fotografia, melhore sua fotografia, Escola de Imagem Belo Horizonte, escola de imagem bh, escola de imagem rj, escola de imagem RJ, projeto de fotografia, projeto fotográfico, melhorar minha fotografia, workshop, Workshop de fotografia, belo horizonte, rio de janeiro, bh, rj, fotografia, fotógrafo, fotografia bh, fotografia rj, fotografia belo horizonte, fotografia rio de janeiro, Maior escola de fotografia da américa latina, profissão fotógrafo, escola de fotografia bh, escola de fotografia rj, curso de fotografia bh, curso de fotografia rj, workshop de fotografia bh, workshop de fotografia rj, blog fotografia, blog fotografia bh, blog fotografia rj

    Esse é um complexo de apartamentos fotografado a partir do piso do meio, em seguida, virado em 90 graus para obter uma perspectiva louca.


    Usar uma lente fisheye abre um mundo de possibilidades. Seja criativo e se divirta!

    Sobre o autor: Albert Dros é um fotógrafo de Amsterdam. Você pode achar mais de seu trabalho em seu website, Facebook, Twitter, Instagram, e Flickr. Esse artigo também foi publicado aqui


    Créditos da imagem: lentes Fisheye (primeira foto) por Guwashi999

    (via PetaPixel)

porno sex izle

porno sex izle

porno sex izle