• No trajeto noturno dos ônibus de Londres

    10/11/2014

     

    Nick_Turpin

    A série do fotógrafo Nick Turpin tem uma abordagem diferente para a fotografia de rua. Turpin capta os passageiros a caminho de casa em Londres, e suas fotografias são ao mesmo tempo artisticamente atraentes e potencialmente controversas.

    Seria uma espécie de voyeurismo? É a fotografia de rua? O espectador (ou, pelo menos, este espectador) está dividido entre os dois. Os momentos capturados são ao mesmo tempo públicos e intensamente pessoais. Exaustão é muitas vezes a expressão que menos aparece; vemos relances de esperanças, sonhos, frustrações e medos nos olhando através do vidro da janela do ônibus embaçado.

    “A maior parte do meu trabalho tem uma abordagem de fotógrafo de rua porque eu estou interessado em gravar a maneira que vivemos, uma forma de documentar que só a fotografia é capaz de fazer. As fotos só possuem retoques de cores e contrastes. É incrível como pode haver muita variedade nas fotos, nas pessoas, no clima, na idade e no tipo de ônibus, todos desempenham uma parte. As imagens são vislumbres íntimos de pessoas durante esse tempo estranho entre sair do escritório e chegar em casa quando você está quase entre duas identidades. O projeto também levanta questões sobre voyeurismo e público e espaço privado.” Turpin disse.

    Estes momentos crus e reais capturados em toda a sua glória de uma plataforma elevada, dão a Turpin uma visão irrestrita para os ônibus que passam. Ele usa uma DSLR Canon com uma lente 70-200mm e os benefícios da estabilização de imagem.  Graças ao vidro enevoado, as imagens finais se parecem menos com fotografia de rua voyeur e mais como pinturas íntimas.

    Créditos de imagem: Nick Turpin

    tgd_6

    tgd_4

    tgd_10

    tgd_11

    tgd_7

    tgd_3

    tgd_9

    tgd_12

    tgd_5

    tgd_2

     

    VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR