ESCOLA DE IMAGEM, a maior escola de fotografia da América Latina. Curso Completo, workshops de fotografia, iluminação e estudio no Rio de Janeiro



porno sex izle brazzers sex izle porno 64

  • Parques de BH: as opções para fotografar na cidade

    10/07/2017

    Toda cidade tem os seus pontos turísticos mais famosos que, além de atraírem uma grande quantidade de pessoas, se tornam opções para fotógrafos realizarem seus ensaios e outros trabalhos.

    Belo Horizonte, por exemplo, possui dezenas e dezenas de opções quando o assunto são parques ecológicos. No post de hoje, vamos trazer as novidades que os principais parques mostram em 2017 e dar dicas das melhores opções. Confira!

    escola de imagem, natureza, parque, belo horizonte
    Foto: Lucas Goulart

    A reabertura do Mangabeiras

    Com 2,3 milhões de metros quadrados, o Parque das Mangabeiras é o maior reduto ecológico da cidade. E, durante toda a semana, atrai milhares de visitantes, devido ao seu ambiente preservado e agradável.

    Porém, desde janeiro desse ano, o parque estava fechado devido a suspeitas de contaminação de macacos por febre amarela. Com o surto dos últimos meses, a Fundação de Parques Municipais (FPM) optou pelo fechamento temporário do espaço.

    A boa notícia é que, desde o dia 20 de junho, o parque está novamente aberto para visitação – e isso inclui a liberação para ensaios fotográficos no espaço. Todos os finais de semana, é possível encontrar algumas pessoas fotografando no parque, que recebe vários profissionais da área.

    É importante ressaltar que, assim como os outros parques sob administração da FPM, o Mangabeiras cobra uma taxa para a realização de ensaios profissionais, variando de acordo com o dia da semana escolhido.

    Outro ponto importante do bairro também está reaberto para visitação: o Mirante. Revitalizado há alguns anos, o Mirante oferece uma das mais belas vistas da cidade, com um pôr-do-sol de tirar o fôlego.

    escola de imagem, natureza, parque, belo horizonte
    Foto: Lucas Goulart

    Revitalização dos parques belorizontinos

    A FPM também anunciou nesse mês de junho o planejamento para a revitalização de vários parques da cidade, principalmente na zona oeste. A iniciativa começou a tomar forma com um boneco construído com vasos reciclados pelos moradores no Parque Jacques Cousteau, apelidado de “Cousteauzinho”.

    A ideia conquistou a comunidade e chegou até a FPM. A instituição começou uma mobilização geral na região e revitalizou, com o apoio da comunidade, outros parques, como o Aggeo Pio Sobrinho e o Parque das Águas.

    Os materiais são variados, desde vasos e carrinhos de mão até tijolos. Objetos já existentes nos parques também são reformados com pintura nova e pequenos reparos. De cara nova, os locais voltaram a ser frequentados pelos moradores, que ajudam a manter a conservação dos espaços.

    O Parque das Águas é, inclusive, um dos parques da região mais procurados por fotógrafos para ensaios. Uma simples visita no domingo de manhã mostra isso muito bem! Assim como os outros parques de BH, ele também possui uma taxa de manutenção, que varia de R$30 durante a semana e R$40 nos sábados. Os domingos são liberados.

    Gostou das dicas? Todo mês aqui no blog da Escola de Imagem você vai ter dicas de espaços, exposições e outros eventos culturais para participar em BH! Continue acompanhando! Aproveite para conferir o nosso último artigo sobre os recentes lançamentos de lentes da gigante Nikon!