• Como a sua infância influencia a sua fotografia

    12/02/2019

    Se você teve a oportunidade de ter uma câmera na mão desde que era criança, pare e pense em como essa câmera inspirou o seu futuro. Como isso te trouxe para onde você está hoje?


    A obsessão do fotógrafo Mat Coker pela fotografia começou quando tinha apenas dez anos. Ele estava em Niagara Falls no momento em que percebeu que precisava de uma câmera.

    Exploração

    Na sua infância, você era um explorador natural.

    Há muito a explorar neste mundo, e há uma boa chance de que o que você amava explorar quando criança ainda inspire você hoje. Algumas crianças pegam uma câmera e tiram um monte de fotos do que gostam e outras vão para onde a ação está ou descobrem o mundo macro que normalmente é invisível aos olhos dos adultos.

    Quando criança, pode não ter sido porque você trouxe sua câmera em aventuras, mas foi sua câmera que trouxe você para uma aventura!


    Quando criança, Coker fotografava tudo o que lhe chamava atenção, os dinossauros principalmente!

    Vendo

    Junto com a exploração é a capacidade de ver. Ver não significa apenas olhar, ver significa observar os detalhes mais profundos da cena que está na sua frente. É perceber padrões, humor e beleza.

    Com uma câmera na mão, você olha o mundo de uma maneira diferente. Essa capacidade mais profunda de ver moldou você à medida que você cresceu.

    Você não apenas vê, você imagina. Você traz sua imaginação para a vida de todos através das suas imagens (fotografias) que você produz.

    “A câmera é um instrumento que ensina as pessoas a ver sem uma câmera.” Dorothea Lange


    Quando Coker realmente começou a aprender sobre fotografia, ele teve que se concentrar muito em obter fundos limpos. Observe como esse dinossauro é enquadrado pelos objetos ao seu redor, em vez de se sobrepor a eles.

    A parte mais assustadora de um dinossauro são seus dentes. Mat usou uma grande angular para trazer os olhares diretamente para as mandíbulas!

    Coker compartilha o amor de Niagara Falls com seus filhos. Não podemos deixar de imaginar como era o mundo dos dinossauros. Enquanto andava na roda-gigante, Coker fotografou seus filhos com um T-Rex no fundo. Vai dizer que não é real?

    Sua própria forma de magia

    Quando criança, você explorava e dava vida à sua imaginação. Através da impressão ou de um meio digital, você pode mostrar a todos o que viu. Você pode fazer um de qualquer um de sua família e passa-lo por várias gerações.

    Através da fotografia, você transfere a imagem em sua mente para as mentes das pessoas que você talvez nunca encontre.


    Quando criança, Coker assistiu espetáculos aéreos com seu pai. Os aviões sempre apareciam como manchas em suas fotos (baixa velocidade do obturador).

    Coker nunca teria percebido a beleza potencial da luz e da textura quando criança.

    Saboreando o momento

    A atenção focada que você aprendeu quando era criança torna a vida significativa hoje. Você não apenas aprendeu a ver, mas aprendeu a registrar isso no filme (ou cartão de memória). Você saiu com uma pequena fatia do momento para levar com você para sempre.

    Mesmo quando você não está com sua câmera, você pode olhar para uma cena e saber que este é um momento que vale a pena capturar. Você pode ficar no momento, reconhecendo algo especial, sabendo que este é um momento para ser saboreado.

    “Tirar fotos é saborear a vida intensamente, a cada centésimo de segundo.”
    Marc Riboud


    Coker adorava tirar fotos de shows quando criança. Naquela época, ele não apreciava ângulos, luz de fundo ou momentos decisivos. Agora, perambula pela plateia e pelo tempo, momentos de gestos e luz de fundo dramática.

    Lembre-se da aventura

    Coker disse: “Se eu pudesse escrever uma carta para a minha infância, eu agradeceria ao rapaz por insistir na fotografia mesmo quando nada realmente funcionasse para ele.”

    Você perdeu seu senso de exploração e aventura? Sua vida é consumida com trabalho e rotina monótona? Pense em quando você era criança. Que aventura sua câmera te levaria hoje?

    Carregue suas baterias, limpe suas lentes e se apaixone pela fotografia novamente.

    “Tirar fotos é como andar de ponta-a-ponta na cozinha tarde da noite e roubar biscoitos Oreo.”
    Diane Arbus

    Gostou do conteúdo? Aproveite para conferir mais posts sobre fotografia em nosso BLOG!

    VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR