• 7 hábitos que prejudicam uma fotografia de rua

    11/03/2019

    A fotografia de rua, também conhecida como street, é um dos segmentos do meio fotográfico que mais requer conhecimento e experiência. Muitas pessoas acham que qualquer foto na internet feita na rua é considerada como street, mas a fotografia de rua profissional vai muito além disso.

    Uma maneira de lutar por uma boa fotografia de rua é evitando alguns hábitos ruins ao produzi-las. Separamos 7 deles pra você:

     Hábito 1- Fotos que não possuem um motivo interessante

    Se uma foto não possui nada de interessante nela, é bem provável que ela não será uma boa foto. Isso deve ser óbvio, mas a julgar pelos milhões de fotos de rua on-line, não é. Uma imagem aleatória de uma rua ou grupo de pessoas provavelmente não terá nada de interessante nela, mesmo se você adicionar um filtro preto e branco.

    Procurar por algo de interesse antes de clicar é o primeiro passo para evitar fotografias de rua sem graça.

    Um bando de pessoas em volta. O que você deveria estar olhando? 
    (Os sapatos amarelos não são tão interessantes)

    Hábito 2- Quando o motivo está muito longe

    Muitas pessoas gostam de fotografar de longe. O problema disso é que a distância se torna parte da sensação da foto, mesmo se você estiver utilizando uma lente tele.

    Então, quando você estiver longe, vai parecer que está ainda mais longe. Geralmente, isso se traduz em uma foto chata, pois o espectador não se sente parte da cena. Se você não consegue sentir, ou às vezes nem ver o que está acontecendo, então será difícil agarrar o interesse de alguém.

    Com tanta coisa na cena tão distante, o que você realmente pode focar? O cara no carrinho só faz você querer estar mais perto para que você possa realmente vê-lo.

    Hábito 3) Artistas de rua e sem-teto

    Entre os temas mais populares filmados em fotografia de rua estão os artistas de rua e os sem-teto. Por quê? Normalmente porque é fácil. Eles ficam em um lugar parados e raramente se importam (ou mesmo percebem) se você fotografá-los.

    O problema também é que é fácil demais. Se você tirar uma foto simples deles, aparecerão milhões de outras fotos do mesmo assunto. Esse mesmo artista de rua tem sua foto tirada centenas de vezes por dia por todos e cada foto parece idêntica. Idêntico é chato.

    Criança fofa? Certo. Mas em 1 minuto, 5 turistas diferentes fizeram a mesma foto dele.

    Outro cuidado que você deve tomar ao fotografar moradores de rua é tratá-los com cuidado. Deve haver uma boa razão para que você faça aquela foto, caso contrário, pode passar a impressão de que você está explorando deles. Então, não deve um simples clique enquanto passam por eles na rua. Os bons cliques gastam mais tempo e energia para trazer um sentimento genuíno.

    Hábito 4) Muito bokeh

    Todo mundo adora o efeito causado por uma profundidade de campo pequena, mas na fotografia de rua, a menos que você esteja fazendo retratos de rua, o bokeh pode ser uma coisa ruim.

    Digamos que você tenha uma foto de uma cena inteira, mas apenas um pequeno assunto na cena está em foco. Tudo o mais na cena, alguns dos quais podem acrescentar interesse, é transformado em um espaço vazio e nebuloso. Você pode acabar perdendo tudo o que a cena tinha a oferecer, tornando-a mais chata.

    O rapaz e o fundo desfocados apenas retiram o interesse da foto e fazem ela parecer confusa.

    Hábito 5) Pessoas fazendo nada de especial

    Todo mundo viu um homem sentado em um banco ou uma pessoa esperando na faixa de pedestres milhares de vezes antes. Se não houver nada de especial nisso, então provavelmente será chato.

    Se você for tirar uma foto de uma pessoa na rua, certifique-se de se existe algo interessante sobre eles ou se eles estão fazendo algo interessante.

    Procure gestos, iluminações ou algo único. Se eles não têm nada disso, então não vai capturar a atenção de ninguém. Vai parecer com outra pessoa na rua. Chato.

    Ela está parada na rua enquanto olha para o celular. Quantas vezes você vê isso?

    Hábito 6) Sem composição

    Muitas fotos, especialmente em fotografia de rua, parecem que alguém apenas apontou rapidamente a câmera e clicou sem sequer pensar no quadro. Existe até um termo para essa técnica, “Spray and Pray”. Isso pode vir da pressa de tirar a foto. Ou talvez o fotógrafo simplesmente não se importasse o suficiente para enquadrar e compor a cena.

    Lado da garota diretamente no centro, espaço vazio na parede a toda a direita, homem sobreposto ao carro e quase fora da moldura para a esquerda… Nenhuma composição.

    Hábito 7) Tratamento muito pesado

    Existem muitos recursos que você pode utilizar na sua fotografia atualmente por causa da edição. Isso é ótimo, mas também pode ser uma armadilha para editar demais. Edições loucas podem parecer legais para você no começo, mas quando isso acaba, pode parecer feio.

    Na fotografia de rua, você também deve ter cuidado para não perder um pouco da autenticidade da foto. Se o efeito que você utilizou for a sensação que você está tentando retratar, isso é ótimo. Se isso se transformar em algo que se parece mais com uma pintura do que com a vida real, então provavelmente não é.

    Isso não é legal, isso é feio.

    Créditos: Forrest Walker / Blog Petapixel.

    VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR