• 5 DICAS DE ILUMINAÇÃO PARA MELHORAR SUA FOTOGRAFIA DE RETRATOS

    19/09/2018

    Fotografar pessoas é algo que envolve muita coisa, desde o bom uso da luz até uma boa direção do fotografado pelo fotógrafo. Os melhores profissionais sabem sempre extrair o melhor de seus modelos, utilizando as melhores configurações de iluminação possível.

    Mas o que muita gente não sabe é que, mesmo com uma ótima direção e até com a participação de um modelo profissional, qualquer imagem pode ser arruinada se a iluminação não for pensada corretamente.

    Pensando nisso, trouxemos nesse post 5 dicas de iluminação que irão melhorar a sua fotografia de retratos. Confira!

    Dica #1 – Comece com apenas uma luz

    Em uma simples pesquisa de “iluminação para retratos” é bem provável que você encontre várias opções, cada uma mais complexa que a outra, utilizando muitas fontes de luz diferentes.

    Se você está começando a praticar diferentes técnicas de iluminação, nada melhor que começar aos poucos, com apenas uma fonte de luz. Pode ser um flash externo, um led ou até mesmo uma janela. A ideia aqui é entender como a luz atua e de que maneira ela pode influenciar na sua imagem.

    Após dominar a iluminação com uma fonte, você pode ir complicando um pouco mais as coisas, adicionando luzes de recorte, de fundo, de cabelo, entre outras. Mas é sempre bom começar aos poucos, da maneira mais simples possível!


    Dica #2 – Tire o flash da câmera

    Sem dúvida alguma é possível fazer ótimas imagens com o flash em cima da câmera, utilizando modificadores ou mesmo rebatendo a luz em paredes próximas. Mas na fotografia de retratos é comum que você tenha tempo suficiente para pensar em uma luz mais elaborada, que quase sempre envolverá a fonte de luz em uma posição diferente da sua.

    Experimente utilizar um rádio para sincronizar o flash com a câmera (ou mesmo as funções de infravermelho do seu flash) e colocá-lo a 45º na lateral da pessoa fotografada e 45º acima da cabeça dela, de preferência com um modificador, como uma sombrinha. Você perceberá uma diferença enorme no resultado!


    Dica #3 – Configure manualmente o seu flash

    Uma boa iluminação de retrato é aquela que você possui total controle sobre ela, podendo modificá-la, aumentar ou diminuir sua intensidade. E isso só é alcançado quando você traz para o seu controle todas as configurações do flash.

    O modo automático TTL é muito útil, principalmente na fotografia de eventos, por exemplo. Muitas vezes não há tempo para configurar manualmente a potência do flash, já que os acontecimentos não esperam você se decidir sobre a luz.

    Mas na fotografia de retratos as coisas funcionam de maneira diferente. Você tem tempo e a oportunidade de escolher exatamente a melhor luz pra você, sem depender dos ajustes automáticos do seu equipamento.

     

    Dica #4 – Mantenha a luz acima do seu fotografado

    Existem muitas possibilidades de iluminação na fotografia de retratos, mas algumas delas podem não ser tão agradáveis quanto se espera. Um exemplo é a iluminação que vem de baixo, jogando as sombras do rosto do retratado para cima.

    Esse tipo de iluminação marca muito as sombras, principalmente das bochechas e nariz, gerando um efeito nada agradável e muito marcado. A não ser que esse seja exatamente o seu objetivo, procure manter a fonte de luz acima da cabeça da pessoa que você estiver fotografando.

     

    Dica #5 – Experimente!

    Fotografia é, antes de tudo, um exercício de criatividade. Todas as dicas que demos até agora nesse post são para guiar você para um resultado mais agradável, mas nada impede que você experimente outras possibilidades.

    Na verdade, é possível que você encontre algo que te agrade ao extrapolar as possibilidades já conhecidas. Mas, para quebrar qualquer regra, antes é necessário conhecê-la a fundo!

     

    Gostou das nossas dicas? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo! Aproveite e confira nossos cursos de Flash Externo e Luz e Composição!

     

    VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR